Meus Heróis Literários--- e o que eles dizem sobre mim

13 Setembro, 2018
Compartilhe nas redes sociais

Eu tenho meus heróis literários. Eles moram em muitas páginas de muitos livros, mas entre todos, posso citar aqui Harry Potter, Katniss Everdeen, Bela… Desde pequena, eles aquecem o meu coração e têm sido amigos ótimos que consigo levar para todo lugar (literalmente, posso levar o livro para qualquer lugar).

Todo herói tem um motivo para ser nosso herói. Eu finalmente descobri o que os liga tanto a mim, o que me faz sempre ficar conectada SEMPRE com os protagonistas e sempre parecer que eles tem um pouco de mim em suas almas.

Eles são diferentes. De tudo, de todos. Sentem que não se encaixam nos padrões que veem por todos os lados, sentem que deveriam estar em outro lugar. Não conseguem fazer parte de grupos, não sentem que são parte de nada verdadeiramente.

Em pleno setembro de 2018, mais conhecido como o final do que foi meu primeiro ano no Ensino Médio, eu os entendo mais do que nunca.

A escola é um lugar incrível, mas que pode ser muito cruel se você não está disposto a fazer certas coisas que todos estão fazendo. Diversas vezes, eu me senti diferente. Como se eu fosse verde, uma típica marciana invasora no ambiente hostil e guerreiro que é a adolescência.

Isso pode machucar muito alguém. Sentir-se do lado de fora de acontecimentos, mesmo que pequenos, do que parece girar em torno da vida de todos ao seu redor. É uma batalha árdua todos os dias.

Ler é o que me salva, nesses momentos. Eu preciso das histórias, eu preciso ler sobre outras pessoas que se sentiam de fora, eu simplesmente  preciso sair da realidade, entrar de cabeça no mundo da fantasia e me perder por lá, mesmo que por pouco tempo.

Meus heróis são como eu, isso me encanta. Todos deveriam ler para encontrar seus heróis, encontrar personagens que irão te sustentar na sua caminhada, seja ela qual for, seja sua necessidade qual for. Simplesmente porque você já sabe que existe uma Hogwarts, existe um castelo com uma Fera, existe o depois dos Jogos Vorazes. Você conhece o caminho e os sentimentos, e já está mais preparado para enfrentá-los quando eles vierem na sua vida real.

E, afinal, ser diferente foi o que os tornou tão interessantes, não é? Foi o que os fizeram encontrar o caminho certo. Ser diferente é difícil, mas é um preço bom a se pagar. Eles me ensinaram isso também, além de tudo.

E você, tem um herói literário?

 

Ana Laura Marins

Leave a reply
Desmistificando: ser escritor, rotina, amor

Leave Your Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sobre mim

Ana Laura Marins

Oie, eu sou a Ana Laura, tenho 15 anos e criei este blog para compartilhar meus sonhos e descobrir o meu lugar no mundo. Gosto de café, dias chuvosos e sorrisos sinceros, além da minha mania incurável de contar histórias.

Translate »