A gente tem que ouvir mais o coração

9 Janeiro, 2018
Compartilhe nas redes sociais

“What if I fall?”

“Oh, darling, but what if you fly?”

Uma vez eu vi no Facebook que as coisas que nos dão frio na barriga são as que valem mais a pena. Outra vez, também li que a vida começa onde a zona de conforto termina.

Se arriscar nunca é fácil. Tudo o que não temos certeza causa um certo medo e, muitas vezes, os pensamentos de que não somos suficientes podem assolar nossa vontade de fazer algo que realmente queremos.

Nos impedem de seguir o coração.

Mas eis que você finalmente toma coragem, decide ignorar a vozinha chata na sua cabeça e se joga de corpo e alma para aquele novo desafio. E descobre que há outras vozes cochichando sobre você, outros obstáculos determinados a dizer que tudo o que você está fazendo é errado.

Essas vozes pertencem àquelas pessoas que ficam observando cada passo seu das sombras, dedicadas a minar cada iniciativa com comentários maldosos. Dessa vez, o empecilho está fora do seu controle, e não há quase nada que se possa fazer para impedi-lo de continuar.

E é aí que algumas pessoas acabam se perdendo.

Agora, eu vou te contar uma coisa: não é fácil fazer algo diferente. Saiba que, a partir do momento que você decidir agarrar um novo desafio, isso vai incomodar muita gente. Por quê? Simplesmente porque elas sabem da dificuldade, reconhecem sua coragem e não têm ousadia o suficiente para fazer o mesmo.

Mas, acredite, elas queriam. E muito.

Então, sinta-se feliz com as suas escolhas. O que as outras pessoas acham ou deixam de achar não importa em nada, contanto que você mantenha segurança de si mesmo e continue a fazer o que acredita ser certo.

Sempre vão achar o que criticar. Ignore. Ignorar é responder da forma mais sábia possível.

Só quem arrisca cair é quem voa, e só quem voa descobre o mundo. Sabe aquela pessoa que ficou te criticando toda hora? Espere até ela testemunhar seu voo enquanto ela fica estagnada, essa será a melhor mensagem que você vai passar.

Temos que parar de ouvir essas vozes implicantes e dar mais ouvidos ao coração.

Ele sabe das coisas.

Ana Laura Marins

Leave a reply
Quatro dicas simples para falar em público7 desafios simples para cumprir até o fim das férias

Leave Your Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sobre mim

Ana Laura Marins

Oie, eu sou a Ana Laura, tenho 15 anos e criei este blog para compartilhar meus sonhos e descobrir o meu lugar no mundo. Gosto de café, dias chuvosos e sorrisos sinceros, além da minha mania incurável de contar histórias.

Translate »