Quatro dicas simples para falar em público

6 Janeiro, 2018
Compartilhe nas redes sociais

Sabe aquele friozinho na barriga só de pensar em ter que subir em um palco, conversar com pessoas desconhecidas ou até mesmo apresentar um trabalho na escola? Então, ele é super normal. E eu vim aqui contar uma coisa para vocês: tem como barrar esse inimigo chato que é o medo de falar em público.

Não há formula mágica, nem dica milagrosa para fazer isso parar de um dia para o outro. Isso se dá por muita prática e, principalmente, persistência.

Maaaaas, sempre existe um jeitinho de tornar tudo mais fácil, né? As dicas que eu trouxe hoje para vocês são algumas coisinhas que eu aprendi sozinha com a experiência e que eu gostaria que alguém tivesse me dito antes da minha primeira apresentação pública.

  • Não confie na memória.

Você pode ser a pessoa com a melhor memória no mundo, mas eu sempre costumo chamar a mente de inimiga traiçoeira. Se você estiver muito nervoso, o famoso “branco” pode dar o ar da graça e você vai ficar em uma situação difícil. Leve um roteiro com você, nem que só com palavras chave. Assim você pode bater o olho e recordar o que você ia falar.

Além de tudo, domine o assunto que será abordado.

  • Seja espontâneo e verdadeiro.

Ninguém quer um robô, né gente? Falar em público é um contato humano e você tem que passar suas energias para a plateia. Seja verdadeiro, se você não fizer isso as pessoas certamente vão perceber.

Se está nervoso, brinque com o seu nervosismo. Tire sarro de você mesmo ou até mexa com alguém da plateia. Não há motivo para esconder sua apreensão, ninguém quer um super-herói. Você vai ver que isso vai até amenizar o clima e dar à plateia a mensagem de “Ei galera, eu vim aqui para ser eu mesmo!” As pessoas notar e simpatizar com você.

  • Olhe para todos enquanto fala, principalmente, os que demonstram interesse.

Você vai encontrar na multidão alguns rostos espalhados que estão realmente interessados no que você tem a dizer. Foque nessas pessoas. E, o mais importante, não se deixe intimidar por rostos debochados ou com cara de tédio que possam vir a aparecer.

Lembre-se: Foi você quem se desafiou a fazer algo diferente.

  • Fale com clareza.

Quando ficamos muito nervosos, atropelamos as palavras e começamos a falar muito rápido. É normal, só se policie para controlar o ritmo da fala. É importante que as pessoas entendam o que você tem a dizer e, assim, fiquem mais conectadas com o tema e com você.

E, acima de tudo, divirta-se! É muito legal trocar experiências com pessoas diferentes, conhecer ideias distintas de ver o mundo. Eu, pelo menos, adoro!

E aí, as dicas te ajudaram? 😉

Ana Laura Marins

Leave a reply
Lista de Desejos: A palavra do ano é sentirA gente tem que ouvir mais o coração
All comments (1)
  • Dada
    6 Janeiro, 2018 at 23:05

    Cada texto melhor que o outro ....vc é demais minha ÍDALA......quando eu crescer quero ser igual a você!!!!!!🤩🤩🤩🤩🤩🤩🤩🤩😘❤️🌹

    Reply

Leave Your Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sobre mim

Ana Laura Marins

Oie, eu sou a Ana Laura, tenho 15 anos e criei este blog para compartilhar meus sonhos e descobrir o meu lugar no mundo. Gosto de café, dias chuvosos e sorrisos sinceros, além da minha mania incurável de contar histórias.

Translate »