Lista de Desejos: A palavra do ano é sentir

2 Janeiro, 2018
Compartilhe nas redes sociais

Nessa virada do ano, eu nem cheguei a pegar o papel e a caneta para escrever as resoluções para esse novo ano. A gente acaba esquecendo mesmo, oush. Pois é, exatamente por isso eu decidi fazer algo diferente.

Eu quero ser mais eu em 2018.

Fazer mais o que me dá vontade, sem pensar muito, só me jogar de cabeça em coisas novas e desafiadoras. Todo começo de ano a gente sente que pode fazer algo diferente, né? É porque a gente pode mesmo.

O lema de 2018 é: sentir mais, pensar de menos.

Exatamente por isso eu não criei uma lista de desejos. O título te enganou, né? É que eu quero mais espontaneidade! Ouvir mais ainda o coração, naquele momento, e fazer o que ele quer que eu faça. Quero sentir, me aventurar, aprender coisas novas.

Amanhã mesmo eu posso mudar os móveis do meu quarto de lugar se der vontade. Ou não. Posso sair para fazer uma caminhada no lugar. Eu não sei, o momento que vai dizer.

Não tem motivo para ficarmos nos limitando. O céu é o limite! Temos que nos permitir mais, nos arriscar mais, tornar cada momento inesquecível a sua maneira.

Mas, principalmente: olhar para trás e ter a certeza de que fizemos tudo que queríamos fazer.

Porque o tempo não espera —ele voa, decola — e ao passar dos anos se tocar que você não aproveitou cada segundo é um caminho sem volta. Quero olhar para trás e, talvez, me arrepender de algumas coisas e alguns dias, mas estar livre da culpa de nunca ter tentado.

Porque essa é a vida: uma eterna escolha. Está em nossas mãos decidir como vamos viver, e eu decidi viver da melhor maneira possível.

Para 2018 eu quero é sentir. Sentir o mundo, sentir meus desejos. Porque, afinal, o que a gente leva dessa vida é a vida que a gente leva, certo? Aquele final de tarde do domingo pode ser diferente, aquela manhã de segunda feira pode ser alegre também.

Tudo pode acontecer se a gente quiser.

E é por isso que minha “lista” de desejos desse ano contém apenas um elemento: fazer acontecer. Isso pode ser interpretado de diversas maneiras, e eu estou muito empolgada para saber como os meus “os eus” do ano vão interpretar essas duas palavrinhas.

Eu estou empolgada para o que 2018 está guardando para mim.

E você, o que você deseja para 2018?

Ana Laura Marins

Leave a reply
Feliz Ano Novo: porque a virada do ano sempre me faz chorarQuatro dicas simples para falar em público
All comments (1)
  • Dada
    2 Janeiro, 2018 at 17:44

    Eu estou sentindo um ser humaninho maravilhoso germinando de você e o que eu quero para 2018 é fazer parte dessa viagem que vc está […] Read MoreEu estou sentindo um ser humaninho maravilhoso germinando de você e o que eu quero para 2018 é fazer parte dessa viagem que vc está nos propondo .....sempre com você meu amor !!!!!!👏👏👏👏👏👏👏😍😍😍😍😘😘😘😘😘🌹🌹🌹🌹🌹 Read Less

    Reply

Leave Your Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sobre mim

Ana Laura Marins

Oie, eu sou a Ana Laura, tenho 15 anos e criei este blog para compartilhar meus sonhos e descobrir o meu lugar no mundo. Gosto de café, dias chuvosos e sorrisos sinceros, além da minha mania incurável de contar histórias.

Translate »