Manual de um escritor

24 junho, 2017
Compartilhe nas redes sociais

Eu posso ser confusa, totalmente louca, e você pode não me entender muito bem. Pode achar que vivo no mundo da lua, mas é porque eu vivo mesmo, afinal, eu sou uma escritora. Escritores são esquisitos, mas depende do que é a definição de esquisito para você. Depois desse texto, você provavelmente vai entender melhor nossa mente, ou continuar a não entender nada mesmo.

Um escritor jamais fala tudo que está em seu coração, ele tem que escrever. Escreve textos que são totalmente dramáticos, cartas que nunca serão entregues aos destinatários, desabafos que ninguém jamais lerá. Ele escreve para aliviar as emoções, porque um escritor é tão intenso que é exatamente isso que o torna quem é. Escrever é necessário para que as emoções não o enlouqueçam.

Falar com ele enquanto escreve é correr um grande risco. Odeia quando o atrapalham, então não o faça, ele pode estar bem no meio de uma grande ideia, e vai odiar se alguém o interromper. Apenas o deixe escrever, só depois lhe diga o que quer, afinal, ele já está dentro do seu próprio mundinho. Espere ele retornar à Terra para conversar.

Um escritor enxerga histórias em tudo, inventa coisas que nunca sentiu, transforma o que já viu e tem ideias nas horas menos convenientes. Jamais lhe diga algo sobre seus personagens, são seus melhores amigos, ele os defenderá até quando puder.

Tenha em mente que sua privacidade será invadida de vez em quando, algumas histórias suas serão usadas em novas histórias. Personagens terão suas características. Sabe aquela hora que você acha que é você naquele texto? Então, é porque é você mesmo.

tumblr_lz1kwvf6xa1r0o7uao1_500_large

Quando você disser que ele está escrevendo demais, ele vai rir e continuar a escrever. Isso nunca é demais para ele, é como respirar. Um dia sem escrever será frustrante, e se no dia seguinte ele estiver com olheiras, pode ter certeza que escreveu a madrugada inteira, para compensar o dia que ficou sem o fazer.

Ele vai chorar quando matar um de seus personagens, porque será como perder seu melhor amigo. Ele vai vibrar quando o “felizes para sempre” chegar, porque ele sentirá que seu trabalho foi cumprido. O escritor sempre vai mudar um pouco a personalidade dependendo do personagem sobre o qual está escrevendo, então não estranhe.

Com todas as peculiaridades e estranhezas, o escritor ama o que faz, está sempre apaixonado e inspirado. Ele escreve para entender melhor o mundo e, em consequência, entender-se.

Você vai estar nas nossas histórias. Você vai ser um pedacinho daquele personagem, e pode até ter seu nome emprestado em algum momento. Mas tenha a certeza de que, se um escritor te ama, você será imortal.

Ana Laura S. Marins

Leave a reply
Você está pronto?O relógio, o tempo e as minhas palavras

Leave Your Reply

Sobre mim

Ana Laura Marins

Oie, eu sou a Ana Laura, tenho 15 anos e criei este blog para compartilhar meus sonhos e descobrir o meu lugar no mundo. Gosto de café, dias chuvosos e sorrisos sinceros, além da minha mania incurável de contar histórias.

Translate »