Lágrimas de Chuva

4 Novembro, 2015
Compartilhe nas redes sociais

Estava no sofá,
Sonhando sem parar.
Pensando que algo novo,
Viria a calhar.

Então a chuva chegou,
Tocando sua intrigante melodia.
Sensação estranha,
Sensação de alegria.

Olhei para a janela,
Com as gotas escorrendo.
O vidro frio e desabrigado,
Sem um companheiro.

Parecia chorar,
Lágrimas solitárias e profundas.
Queria saber o que ele sentia,
O que o reprimia!

Lágrimas e mais lágrimas.
Como não pude ver?
Ele chora solitário,
Ele chora por chover.

Ana Laura Marins

Leave a reply
Chata RotinaO Brilho das Estrelas
All comments (2)
  • vinicius_msoares
    11 Novembro, 2015 at 10:17

    Parabéns Laura, muito bem escritas suas poesias, continue assim. Beijo, Vinicius

    Reply
  • viviane_angela
    13 Novembro, 2015 at 15:43

    Parabéns Laura amei sua poesia.

    Reply

Leave Your Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sobre mim

Ana Laura Marins

Oie, eu sou a Ana Laura, tenho 15 anos e criei este blog para compartilhar meus sonhos e descobrir o meu lugar no mundo. Gosto de café, dias chuvosos e sorrisos sinceros, além da minha mania incurável de contar histórias.

Translate »